Pedaços

segunda-feira, dezembro 05, 2016

Silêncios

Aquele momento em que te desiludem, e mesmo antes de saberes que o fizeram, já o sentes. 
O silêncio é a confirmação que não queres ouvir... Porque a cobardia às vezes também é isto, silêncio envolvido em vergonha que não permite esboçar uma palavra.

Se fizesse um minuto de silêncio a cada desilusão tua, faria um retiro mudo para o resto dos dias.


terça-feira, novembro 22, 2016

Sorrisos...

Queria que soubessem que nada podia ser mais gratificante para mim, do que  encontrar-vos com um sorriso. Um sorriso puro e sincero, que vai além dos lábios e dos olhos, daqueles que vem da alma.
Acredito que o sorriso é o melhor que podemos guardar das pessoas e o vossos, aqueles, ficarão certamente em pedaços de memória. 
Nada é mais gratificante do que ver um sorriso devolvido a uma vida. A uma história. 
Encontrei em vós outro brilho no olhar. Outra forma de expressão facial. Linhas contraídas, lábios curvos que perfazem sorrisos.
Encontrei sorrisos em amanhãs de esperança, em pazes feitas com o passado. Encontrei sorrisos de paz.
De harmonia, amizade e gratidão. 
Encontrei sorrisos como forma habitual de expressão. 
Sorri. De coração cheio. Sorrir, no fim de contas, é também amor. 

[June 2015]

segunda-feira, setembro 19, 2016

Dias assim...

Há momentos impagáveis na vida e tenho comigo a certeza que, dar o que podemos sem reservas, é um deles.
E embora exista nisto algo de "sonhador", levo comigo hoje a mais pura certeza que o universo me dará o dobro em troca.

domingo, junho 12, 2016

State of mind.

Tenho para mim que cada vez mais são as pessoas que nada nos acrescentam, apenas retiram.