Pedaços

segunda-feira, abril 05, 2010

Ela.

Ela, é aquela sem a qual a minha vida não teria sentido.
É aquela que todos os dias me conhece e apesar disso me ama um pouco mais.
É aquela para quem eu nem sempre tenho os melhores modos do mundo, mas me recebe sempre com as mais doces palavras.
É ela que se senta só para ouvir como foi o dia.
É ela que compreende as minhas dores de cabeça, as minhas birras e faltas de paciência, e no fim tem um beijo de boa noite para me dar.
É ela que faz o meu prato favorito.
Passa a roupa que eu preciso...
É ela que cuida de mim quando estou doente...
É ela que apesar da proximidade, tem sempre necessidade de me sentir mais perto.
É ela que é a dona do sentimento mais puro que habita em mim.
É a ela que eu admiro. É como ela que eu vou querer ser sempre.
Sempre como tu, Mãe.

1 comentário:

pypontocom disse...

Não há ninguém como a nossa mãe..
Podemos enganar o mundo todo, mas nunca iremos conseguir enganar a nossa mãe..
Porque o verdadeiro amor, aquele incondicional, o que nunca morre é o de mãe e filho..
É o nosso modelo, a nossa inspiração, a nossa super-mulher e super-mãe..
Adorei o texto, neste momento tens de certeza uma mãe babada a tomar conta de ti :D

**