Pedaços

quarta-feira, abril 09, 2014

Encolhendo ombros.

Esqueci-me...
De me preocupar...
Lembrei-me de me esquecer.
Alimento um certo egoísmo.
Partilho uma certa arrogância e frieza de quem nunca fui amiga. 
Aliei-me à ignorância. Não no sentido do saber, mas do não querer saber.
Desprezo falsos moralismos.
Não dou ouvidos a lamúrias.
Chamo tanta coisa de injúrias.
Já não me importo...
Durmo e por vezes acordo.
Penso mas já não reflito.
Avalio mas não julgo...
Nunca minto e nunca me arrependo.
Atiro verdades, repugno futilidades.
Esqueço-me de ser. De ver. De me lembrar. E em boa verdade, também já não quero saber. 

Sem comentários: