Pedaços

quinta-feira, janeiro 05, 2012

2011

2011 foi pintado numa tela que balançou entre brisas e tempestades tropicais, que teve preto e branco e até arco-íris. Teve Sol e teve Lua, teve muitos dias e algumas noites. Teve Norte, teve Sul. Teve muitas idas, muitas voltas, teve alguns sem regresso.
Teve muitos até breve, até logo, e até nunca mais.
Teve alguns momentos, alguns perenes, outros, escassos.
Teve lágrimas, muitas, doces e salgadas.
Teve sorrisos. Vai ter sempre.
Teve pessoas, más e boas.
Teve essencialmente, essência. Teve Sentimentos. Ainda tem.
Teve-me a mim, vai ter sempre.
E não, Sempre não é demasiado tempo.


Contudo, sê bem-vindo, 2012...

Sem comentários: