Pedaços

quarta-feira, maio 29, 2013

Pedaços de Alma

Almas que fariam toda diferença, existem.
Pessoas que brilham por si só, que tem a chama, que tem o brilho, que tem sempre o sorriso como forma habitual de expressão.
Existem.
Tenho uma pessoa dessas na minha vida, que hoje tem a alma aos pedaços. Sei, porque a minha chorou com ela. Creio que elas se falam todos os dias porque somos sempre os mesmos, independentemente das vezes que o sol se deite e levante, sem nos falarmos na verdade...
Mas sinto saudades, muitas vezes, e sinto muitas.
Fazes falta na minha vida...
Fazem-me falta aquelas noites na conversa até de manhã, na partilha dos sorrisos, das palavras, dos sonhos mas acima de tudo, na partilha das forças. 
Da dor, das lágrimas, das angústias. 
Na partilha da Luz, sempre tivemos tanta para dar um ao outro.
Lembras-te?
Lembras dos textos? 
Das músicas... 
De como me ensinaste a ligar o carro?... 
Das nossas receitas... 
Dos planos... 
Das ambições...


E esta pulseira, lembras?  
Trago-te sempre nela, e trago-a tantas vezes comigo.
Estás sempre lá M. Sempre. 


Lembro-me de ti tantas vezes. Falo em ti tanta vez, e sinto sempre o mesmo carinho. 
Só faltou termos nascido da mesma barriga, mas "As Guerreiras" são ambas perfeitas. 
Lembro-me daquela tarde de Janeiro em que nos recebemos com um abraço, e tenho a certeza que dali ao último suspiro, te estarei a abraçar a vida inteira.


Não tenho mais do que palavras para te dar, e mesmo elas nunca disseram nada a ninguém...
Mas hoje, eu quero estar aqui, mais do que nos outros dias, porque acredito que a vida um dia tem de ser generosa contigo... 
Venho de sorriso no coração e de coragem nos lábios, pedir:
Peço que amanhã não abras mão da Fé.
Quero que amanhã ou daqui a 5 anos estejas de queixo erguido, porque tu és do melhor que já se pintou na tela da vida.
Sabes quantos no teu lugar teriam desistido?... 
Sabes que depois desta tempestade toda ainda continuas a ser das pessoas mais dignas que eu conheço? 
Apesar da escuridão dos dias, tu continuas a ser a Luz em muitas vidas? Também na minha.
És um exemplo... Para tantas almas, também para a minha.
Inspiras-nos, M.
Orgulho-me da tua teimosia. 
Por favor continua a sê-lo.
E teima sempre em levantar-te, sozinho, porque sei que no dia em que estiveres de pé, vais ainda ajudar a levantar os que estão no chão contigo. 
E não há nada mais Nobre...
Enquanto Homem, enquanto Amigo, enquanto Ser, ser digno do chão que pisas, do Ar que respiras.
Digno do teu nome. 
És tu, M. 
E hoje, por tudo, só peço que não esqueças de quem foste... De quem és, e de quem eu sei que nunca vais deixar de Ser. Porque a vida, muda... 
E um dia... O Sol Voltará a Nascer, para ser generoso contigo. 



L.

Sem comentários: