Pedaços

domingo, maio 19, 2013

Ponto Final.

Dizem que tudo o que tem um início tem um fim...
Como todo o Sol tem a Lua... 
Como todo o preto tem branco...
Todo o Inverno tem Verão...
Toda a vírgula tem um ponto final... 
E creio que o ponto final parágrafo aqui chegou... 

Há tanta coisa que fica, mas outra tanta se vai embora... 

Lida mal com as quedas...
Quando tropeça no tapete, tem tendência a levantar-se rapidamente, sacudir a roupa, olhar em redor. Ninguém reparou... Segue em frente.
Mas à medida que se afasta... Vai arrefecendo... A noite cai... 
Começa a sangrar... 
As mãos tornam-se pequenas para abraçar a dor... 
Mas é Orgulhosa. Com Maiúsculas... 
É incapaz de voltar atrás, pedir ajuda... 
Deita-se, resguarda-se em mantas de farrapos que lhe sobraram da alma, retira da cabeça a coroa feita de espinhos, que ela própria fez...
Tem o rosto lavado em lágrimas, mas adormece sabendo que os raios do Sol pela manhã vão ajudar a secá-las.
Amanhã será um desses dias, em que acorda com a cara, e como diria o Úria, com o lenço enxuto...
Esconde as feridas, que um dia serão cicatrizes...

Se perguntarem, dirá que foram acidentes de percurso... 
Já que..
No fim, acaba só ela... Como no começo...
Ponto Final


Sem comentários: