Pedaços

terça-feira, setembro 10, 2013

Feliz acaso...

Hoje, olhei para ti por acaso, reencontrei-te por acaso...
Daqueles felizes acasos do destino. 
Acenaste e sorriste ao ver-me... 
Passou algum tempo, mas já não lembro quanto...
Já quase não me lembrava das linhas que contrais, do sorriso rasgado e sentido que desenhas quando os teus lábios se esticam ao forma-lo.
Não me lembrava de sorrires assim já há algum tempo quando me vias... Mas hoje iluminaste-me... Iluminaste-te. Ele iluminou-nos. 
Amanhã encontro-te novamente? À mesma hora? 

No espelho?...

Sorri, e virei costas... Abraçando um novo dia. Sorrindo... 


[01 July 13]

1 comentário:

Ruy Barros disse...

Tem graça, coincidência... hoje a palavra "sorriso" já me apareceu algumas vezes... inclusivamente eu estava a pensar em escrever qualquer coisa sobre sorrisos, uns perdidos outros achados... será coincidência, lei da atração? Seja o que for, como for, sempre é bem melhor andar com um sorriso, nem que seja apenas dentro das nossas cabeças. Parabéns pelo texto, gostei muito.