Pedaços

segunda-feira, janeiro 06, 2014

Sal...

Esqueci-me do sabor delas... Acho que a última vez que as tinha provado foi no dia do meu aniversario.
Durante um daqueles telefonemas em que mesmo sem querer te tocam nas feridas. Talvez pela sensibilidade do dia ou mesmo quem sabe pelo simples facto de estar a envelhecer, provei-as.
Depois disso não me lembrava de ter voltado a acontecer.
Até hoje.
Voltei a prova-las e estavam algo diferentes. 
Mais salgadas... Estavam guardadas já há muito. Como que em fase de congelamento...
Eram pesadas... Carregadas de tanto. De tudo. E nada.
Ferviam agora. Cara abaixo. Em silêncio.
Vinham do vazio, caiam no vazio, pelo vazio.
Seguiram-se umas doses delas...
...

1 comentário:

Manuel Pintor disse...

nunca são em vão
quando saboreadas
no silêncio único
do único lugar
vago
que lhes é permitido

vem mais uma dose?!